Quando vou ser vacinado?

Com que informações fazemos esse cálculo?

  • Atualizamos diariamente nossos dados com a média de 7 dias de vacinação por estado, esses dados são coletados diariamente pelo @CoronavirusBra1 e estão disponiveis no repositorio covid19br
  • A projeção da população brasileira e o recorte dos estados por idade são dados disponibilizados pelo IBGE.
  • Para os grupos prioritários, leva-se em consideração a estratégia de vacinação contra Influenza/H1N1 de 2020 disponibilizado pelo DataSUS.

Atualizações:

A base de dados é atualizada diariamente com a média de 7 dias de vacinação por estado, as atualizações abaixo são referentes a ajustes nas metodologias ou melhorias na plataforma.
  • 05/05/21 (18h37): Adicionada configuração especial para os grupos prioritarios.
  • 13/04/21 (15h02): Adicionado o cronograma das capitais de cada estado como referencia para inicio do cálculo de previsão.
  • 12/04/21 (14h35): Foram feitos ajustes visuais destacando informações importantes sobre os cáculos e previsões.
  • 11/04/21 (00h36): Foi adicionado o grupo de prioridades entre 60 e 59 anos conforme estratégia de vacinação contra Influenza/H1N1 de 2020 disponibilizado pelo DataSUS.
  • 09/04/21 (15h54): Corrigido um problema na data por extenso que mostrava um numero dias maior para idades inferiores.
  • 09/04/21 (04h31): O cálculo base foi alterado para considerar apenas a primeira dose de vacinação por estado.

O dashboard de disponibilidade de vacinas contra COVID-19 no Brasil é um projeto do @vacinacovidbr, o dashboard completo com o histórico de entregas e referências está disponível em https://apolinar.io/vacinas/.

A nossa conta no Twitter, @coronavirusbra1, vem desde o início da pandemia divulgando notícias e apresentando números de casos confirmados, antes mesmo do primeiro caso confirmado no Brasil. Sempre correndo atrás de notícias e informações nos sites das Secretarias Estaduais de Saúde, conseguimos levar para nosso público números sempre atualizados de casos, óbitos, recuperados, suspeitos, e testes. Recentemente, estamos coletando também dados de vacinados por unidade federativa.

O sucesso e confiança no nosso trabalho estão retratados nos mais de 217 mil seguidores no Twitter, nos números utilizados por pesquisadores do Brasil e do mundo, por jornalistas, e em portais de dados importantes como o Our World in Data e Johns Hopkins Coronavirus Resource Center.

Além disso, nossos dados são disponibilizados por Wesley Cota na base https://covid19br.wcota.me/, utilizada por instituições de pesquisa como a Universidade Federal de Viçosa e a Rede CoVida da Fiocruz, e também pelo jornal americano New York Times.

Os valores aqui arrecadados servirão para a manutenção dos gastos que temos do servidor do bot no Telegram e do painel de monitoramento de notícias em https://covid19br.pub/.

Lista de voluntários no projeto

Caso queira contribuir mensalmente, de forma automática, acesse: https://apoia.se/coronavirusbra